FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

sábado, 20 de dezembro de 2014

Alto Santo-CE: Sim, ele é cabeça chata

Nome por trás da página "Nação Nordestina", Bráulio Bessa agora faz parte do elenco fixo do "Encontro com Fátima Bernardes". Ao Zoeira, o cearense de Alto Santo fala sobre a oportunidade

No início de dezembro, Bráulio Bessa, de 29 anos, publicou uma imagem em seu perfil do Instagram (@brauliobessa) em que aparece ao lado da jornalista Fátima Bernardes, Marcos Veras, Luiza Possi e Lair Rennó e anunciou aos seguidores (são mais de 17 mil) que agora faz parte do elenco fixo do programa "Encontro com Fátima Bernardes".
A primeira participação no programa foi via internet, quando o cearense, natural do município de Alto Santo, localizado a cerca de 240km de distância de Fortaleza, falou do preconceito contra o povo nordestino. O bom humor do palestrante e poeta ganhou a simpatia da produção.
 Foi convidado para participar mais duas vezes ao vivo e na quarta vez, como ele mesmo brinca, "já estava ocupando seu lugar no sofá de Fatinha". "Agora fico à disposição do programa e, de acordo com os temas, eles vão me convocando pra ir dando uns pitacos", observa.
Além da apresentadora e de Lair Rennó e Marcos Veras, que estão no "Encontro com Fátima Bernardes" todos os dias, o time de consultores ainda conta com nomes como Dr. Fernando Gomes Pinto, Viviane Mosé, Andrea Ramal, Daniela Alvarenga, Fabricio Carpinejar, Ligia Guerra, Moisés Groisman e Luiza Possi.
Bráulio tece elogios à "chefe". "Cresci vendo esse ícone da TV brasileira chamado Fátima Bernardes. É aquele tipo de pessoa tão incrível que você acha que nem existe de verdade e quando chega perto e conhece, percebe que além de existir, é uma pessoa simples, humilde, verdadeira e acima de tudo humana".
Celebridade na web
Mas, antes de chegar ao programa de abrangência nacional, o cearense já era velho conhecido da internet. Em 2011, criou a página "Nação Nordestina" no Facebook. "Fiz o projeto quando ainda não existia reflexo algum de cultura nordestina nas redes sociais e a cada dia surgia um novo caso de preconceito contra nosso povo na mídia".
O intuito, que segue o mesmo até os dias atuais, é valorizar a cultura e combater de forma limpa e inteligente os comentários negativos que surgem acerca da região. "Hoje, a página conta com mais de 1 milhão de fãs e tem uma média de 10 milhões de pessoas alcançadas por mês, sendo considerado o maior movimento virtual de divulgação e valorização da cultura nordestina no mundo", Bráulio faz questão de citar.
Após o 1º turno das eleições deste ano, o cearense voltou a chamar atenção nas redes. Fez um vídeo e publicou em seu canal do Youtube e em seu perfil do Facebook em que recitava o poema "Nordeste Independente", de Bráulio Tavares e Ivanildo Vilanova, para responder aos preconceituosos de forma bem humorada e inteligente.
"Foram mais de 700 mil visualizações apenas no meu canal do YouTube. O vídeo se tornou um viral muito maior no meu perfil do Facebook, onde teve mais de 400 mil compartilhamentos e 6 milhões de visualizações".
O trabalho de Bráulio na web também foi reconhecido pela Fifa. Na época da Copa do Mundo, foi convidado para entregar o troféu de melhor jogador da partida durante o jogo Alemanha x Gana. "Foi incrível, além de ter tido a sorte do melhor jogador ter sido o Mario Götze. Ainda quebrei o protocolo e entreguei uma camisa do meu Alto Santo Esporte Clube ao herói da Alemanha no Mundial".
Morando atualmente em Alto Santo, além de tomar conta da página no Facebook, ele viaja ao redor do País dando palestras. "Conto minha história de sonhos, lutas e vitórias olhando no olho de cada pessoa, tentando sempre levar alegria e inspiração ao público. Como diz meu slogan, a cabeça é chata, a palestra, não".
Apesar de ser defensor da causa, Bráulio confessa que não escapa do preconceito e que sua participação no "Encontro" será mais um recurso de lutar contra comentários ofensivos.
"Fiquei extremamente feliz quando o Maurício Arruda (diretor geral do programa) me convidou pra fazer parte do Encontro e a prova disso é a imensa repercussão que teve. Fico honrado e feliz em poder levar um pouquinho do nosso Nordeste a casa de milhões de brasileiros", fala com orgulho.
Vale destacar que o cearense também foi convidado para ser colunista da revista digital "Encontro". A partir de janeiro, todos os meses ele irá escrever um cordel inédito para a publicação.

Jacqueline Nóbrega
Repórter
DN