FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Após reunião com Dilma, Camilo Santana articula volta da CPMF

CONTAS NO VERMELHO



O objetivo é iniciar uma campanha suprapartidária pelo retorno do imposto, começando pelo Nordeste.



A reunião do governador eleito Camilo Santana (PT) com a presidenta Dilma Rousseff na última sexta-feira (28) em Fortaleza, foi o pontapé inicial da articulação em torno da volta da CPMF (Contribuição Provisória sobre a Movimentação Financeira), o extinto tributo cobrado automaticamente a cada transmissão de valores no banco.

A proposta será apresentada oficialmente no próximo dia 9, durante encontro regional do PT que acontecerá na Paraíba. Além de Camilo Santana, a idéia tem apoio dos governadores eleitos Rui Costa (Bahia) e Wellington Dias (Piauí).

O objetivo é iniciar uma campanha suprapartidária pelo retorno do imposto, começando pela região Nordeste. "Queremos partir do Nordeste para outros Estados. Temos que ter a responsabilidade e a coragem de defender a CPMF", disse Camilo à Folha de S. Paulo.
A presidente Dilma Rousseff não teria discordado da articulação, que visa ampliar recursos para a saúde. Mas, fez uma ressalva: "A presidente disse que é preciso avaliar a conjuntura política", lembra o governador eleito da Bahia, Rui Costa.

Governadores e prefeitos perderam receita nos últimos anos devido ao fraco crescimento econômico, e ainda, por causa de desonerações que reduziram repasses, por isso o interesse em encontrar novas fontes para financiar a saúde.

Luciano Augusto
jornalismo@cearanews7.com.br