FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

JAGUARETAMA E JAGUARIBE estão entre as cidades que enfrentam maior dificuldade de ÁGUA no Ceará

http://3.bp.blogspot.com/-eWY0IhVdkXg/VKu8o-RX8pI/AAAAAAAAIoA/QkzrtLAOa0Y/s1600/image.jpg


Pelo menos 20 municípios permanecerão com situação crítica de abastecimento de água neste primeiro trimestre do ano. Desse total, ainda há aqueles que aguardam obras emergenciais, sobretudo, perfuração de poços profundos, adutoras e carros-pipas para atendimento da demanda nas cidades. A situação mais grave é do município de Jaguaretama, uma vez que o fornecimento será por carro-pipa nos próximos dois meses e que até o fim da semana ainda está em fase de implementação pela Companhia de Águas e Esgotos do Ceará (Cagece) e Prefeitura Municipal.
Esse quadro foi debatido, ontem, na primeira reunião de 2015 do Comitê Integrado de Combate à Seca, realizado no Comando do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, presidida pelo titular recém-empossado da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), Dedé Teixeira. O novo secretário explicou que o encontro tinha um objetivo maior de conhecimento do quadro de seca instalado no Estado e que vem penalizando não apenas a agricultura e a pecuária, mas o próprio homem do interior.
Ao apresentar o quadro das cidades com situação mais crítica em seus mananciais, o coordenador de Gestão Hídrica, da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), Gianni Lima, explicou que das 20 cidades, 12 ainda não contam com obras emergenciais para suprir as necessidades de água das populações.
Na apresentação ao comitê, ele pontuou como localidades mais vulneráveis as existentes em Apuiarés, Miraíma, Canindé, Caririaçu, Crateús, Irauçuba, Jaguaretama, Maranguape, Nova Russas, Novo Oriente, Parambu, Pereiro, São Luis do Curu, Senador Sá, Tauá, Tejuçuoca, Uruoca, Ipaporanga, Mineirolândia e Jaguaribe.

Diario do Nordeste