FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Homem solta ratos em sessão da CPI da Petrobras e causa confusão

Um homem, que ainda não foi identificado, soltou os bichos pelo local quando o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, entrou para depor




Deputados tentaram recolher os ratos e a Polícia Legislativa foi acionada para conter o tumulto

Luis Macedo / Câmara dos Deputados



A sessão da CPI da Petrobras nesta quinta-feira (9) ficou marcada por uma confusão. Um homem que estava no plenário abriu uma caixa e soltou alguns ratos pela sala quando João Vaccari Neto, atual tesoureiro do PT, entrou para prestar depoimento.


O nome de Vaccari foi citado em delações premiadas da operação Lava Jato, que investiga esquema de desvio na Petrobras. Ele foi apontado como arrecadador de propinas de empresas contratadas pela estatal para financiar campanhas políticas. O tesoureiro, no entanto, nega as acusações alegando que todas as doações feitas ao partido foram de acordo com a legislação do Tribunal Superior Eleitoral. Veja o momento da confusão:

(PAUSE A WEB RÁDIO PARA ASSISTIR O VÍDEO)




Com os ratos no plenário, houve correria e princípio de tumulto, e foi necessário a Polícia Legislativa para reestabelecer a ordem no local. Um dos deputados presentes acusou a oposição de tentar transformar a CPI em um "circo".

"Nós iremos prosseguir com o depoimento do senhor João Vaccari", afirmou o presidente do colegiado, deputado Hugo Motta, depois de afirmar que nada impediria o prosseguimento da CPI

DN