FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Jon Jones é suspenso, retirado do UFC 187 e perde cinturão do peso meio-pesado


A situação de Jon Jones ficou realmente delicada nesta terça-feira (28) à noite. Após a prisão na segunda-feira (27) em Albuquerque (EUA) por não socorrer uma vítima grávida depois de um acidente de trânsito no domingo (26), a direção do UFC (Ultimate Fight Championship) decidiu suspender o lutador e retirou o cinturão do peso meio-pesado que pertencia ao mesmo desde 2011. Além disso, ele está fora do UFC 187 e será substituído por Daniel Cormier, que agora lutará contra Anthony Johnson.

“Jones não falou muita coisa na nossa reunião, claro que tem muita coisa para resolver agora. Seu advogado não o deixou falar muito, mas nós queríamos saber os fatos reais, porque muita coisa foi dita sobre o que aconteceu e havia muita especulação. Nós queríamos saber o lado do Jones da história”, disse o presidente da entidade Dana White, que participou da reunião com “Bones”.
White também revelou como está Jones com toda essa situação. “Claro que ele está muito desapontado e chateado. Jones queria ser reconhecido como um dos melhores da história, está desapontado, mas fizemos o que tínhamos que fazer. Para nós isso não é algo legal de se fazer, mas o show precisa continuar. Cormier estava muito empolgado para essa oportunidade”, afirmou a um canal de TV estadunidense ao vivo.
Na sequência, o UFC soltou um comunicado oficial confirmando a exclusão do atleta. Confira:



 

“O UFC anuncia que está suspendendo Jon Jones por tempo indeterminado e retirando o seu cinturão peso-meio-pesado como resultado das violações ao código de conduta da nossa organização. Jones foi recentemente preso em Albuquerque com uma acusação de crime por fugir do local do acidente envolvendo uma pessoa ferida. Como resultado dessa acusação e de outras violações do nosso código de conduta, a organização acredita que é melhor conceder tempo ao Jones para que ele foque nas suas pendências legais.

O UFC sente fortemente que os atletas precisam seguir algumas normas dentro e fora do octógono. Enquanto há um certo desapontamento nesses encargos recentes, a organização continua apoiando o Jones enquanto ele estiver passando por esse processo legal.
Com essa decisão, o UFC determinou que o desafiante número um, Anthony Johnson, passa a enfrentar o terceiro colocado, Daniel Cormier, pelo cinturão dos meio-pesados no UFC 187, dia 23 de maio, em Las Vegas”

Jon Jones já tinha sido flagrado em exame antidoping em janeiro por uso de cocaína, e, agora, se envolveu novamente em polêmica que acabou custando caro para ele.
O substituto Daniel Cormier, ao saber que agora vai à Las Vegas em 23 de maio para o UFC 187, mostrou desapontamento com a saída de Jones da luta principal do evento. “É um dia triste para o nosso esporte. Um dos melhores lutadores de todos os tempos se envolveu em problemas novamente. É um saco. Apesar de nossas diferenças, eu desejo, verdadeiramente, o melhor para Jon e sua família, e sei que ele pode superar isso”, lamentou ao site MMAFighting.com.

“Mas, na vida, a oportunidade bate e só depende de você abrir a porta. Então, estou abrindo a porta. Estarei em Las Vegas no dia 23 de maio, conquistarei o cinturão, e quando Jon estiver pronto para voltar, eu estarei feliz em dar a ele uma chance pelo meu cinturão”, finalizou Cormier.

Crédito da foto: Getty Images