FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Filha de mulher assassinada em Macaíba/RN é presa suspeita de ser a mandante do crime

Taliany Mesquita ficou trancada em um quarto, ouvindo tudo enquanto a mãe era morta.

Policiais civis da cidade de Macaíba prenderam, na madrugada deste sábado (1), a jovem Taliany Mesquita de Freitas Lourenço, de 22 anos. A dona de casa é suspeita de ser a mandante do assassinato da própria mãe, Normalice de Freitas Lourenço, de 49 anos, morta com golpes de marreta na noite da quinta-feira. Taliany foi presa na casa da avó, na zona Norte de em Natal. De acordo com o delegado Normando Feitosa, o depoimento do autor do crime foi fundamental para que ele chegasse a conclusão de que a filha planejou matar mãe após uma discussão. “Assim que prendemos o Geraldo ele foi logo informando que existia uma segunda pessoa, um mandante do crime. Durante o depoimento, o pedreiro esclareceu que a filha de Normalice, depois de uma briga com a mãe, ofereceu um carro e dinheiro para que ele matasse a mãe dela”, disse. O delegado contou ainda que o pedreiro relatou que Taliany ficou o tempo inteiro dentro do quarto ouvindo tudo, os gritos da mãe sendo morta com golpes de marreta. Depois de colher detalhes do assassinato, a equipe de investigadores da Delegacia de Macaíba se deslocou até ao centro da cidade para o local onde estava sendo velado o corpo de Normalice, mas a suspeita não foi encontrada. Os policiais seguiram então para o bairro Nossa Senhora da Apresentação, em Natal, e prenderam Taliany na casa da avó. Taliany foi conduzida à delegacia onde foi ouvida pelo delegado. A suspeita negou ter sido a mandante da morte da mãe e todos os questionamentos feitos por Feitosa, dizendo que só falaria em juízo ou na presença de um advogado. A jovem está presa no presídio feminino, no bairro Emaús, na cidade de Parnamirim. 

 Sergio Costa