FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

sábado, 22 de agosto de 2015

Rony Jason é pego em blitz da Lei Seca, exige tratamento diferenciado da polícia e acaba perdendo CNH



O lutador de MMA Rony ‘Jason’ ficou sem carro e sem a carteira de habilitação após ser parado em uma blitz da Lei Seca realizada na madrugada desta sexta-feira (21) nos arredores da boate Pepper’s Hall, no bairro de Ponta Negra, Zona Sul de Natal.

Segundo o capitão da PM Styvenson Valentim, o atleta se recusou a fazer o teste de bafômetro e foi autuado administrativamente. “O carro dele, uma Blazer de cor azul, foi rebocada ao pátio do Detran e a habilitação dele retida”, afirmou o oficial.

Ainda de acordo com Styvenson, o lutador chegou a exigir um tratamento diferenciado por representar o país em competições internacionais. “Ao invés de ficar tirando onda, ele deveria era dar o exemplo, já que é um atleta”, afirmou o capitão.

Em entrevista dada ao site Combate.com, Rony Jason negou versão dada pelo policial.

Além da autuação do lutador, sete motoristas foram presos pelo crime de embriaguez ao volante e 24 condutores responderão a infrações administrativas. Outros sete carros também foram recolhidos.

Lutador suspenso

Rony Mariano Bezerra de Lima, de 31 anos, nasceu em Quixadá, no Ceará. É mais conhecido como Rony ‘Jason’ porque sempre entra no ringue com uma máscara do personagem dos filmes de terror. Atualmente, compete na categoria dos pesos-pena. Profissional desde 2006, ‘Jason’ possui contrato assinado com o UFC, mas cumpre punição de nove meses de afastamento por ter sido flagrado no exame antidoping após vencer por finalização Damon Jackson, combate válido UFC Fitght Night 67. A luta aconteceu dia 30 de maio em Goiânia (GO). ‘Jason’, que nega o uso de diurético, entrou com recurso na Comissão Atlética Brasileira de MMA. Em julho, o resultado da segunda amostra de urina também apresentou resultado positivo. Com isso, o lutador teve a suspensão mantida e perdeu o bônus de US$ 50 mil – cerca de R$ 158 mil – que ganhara pela performance daquela noite. 

G1