FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Sindicato dos servidores municipais de Tabuleiro do Norte denunciam nepotismo na prefeitura


O Sindicado dos Servidores Públicos Municipais (SIMSEP) de Tabuleiro do Norte, lançou nota à imprensa denunciando o caso de nepotismo envolvendo a gestão do prefeito Marcondes Moreira (PT), apontando pelo menos 18 pessoas, dentre secretários e assessores.

O que é nepotismo?

Nepotismo é um termo utilizado para designar o favorecimento de parentes ou amigos próximosem detrimento de pessoas mais qualificadas, geralmente no que diz respeito à nomeação ou elevação de cargos públicos e políticos.

Ocorre quando um funcionário é promovido por ter relações de parentesco ou vínculos com aquele que o promove, mesmo que hajam pessoas mais qualificadas e mais merecedoras para o cargo.

Nota oficial

Em sua nota oficial, o Simsep ainda critica a uma série de pleitos não atendidos e a má relação com a gestão municipal.

Confira o teor da nota:

“Enquanto, por um lado, nós trabalhadores/as em todo o Brasil, estamos pagando caro, o custo de uma crise que não foi criado por nós, e tendo nossos direitos sendo atacados e retirados pelos governos em todos os níveis (federal, estadual e municipal), veja o que está sendo feito com os recursos públicos no município de Tabuleiro do Norte. É lamentável constatar o grande desastre administrativo protagonizado por essa gestão.

O prefeito municipal Marcondes Moreira (PT) que tem como slogan nessa administração ‘Cuidando bem da nossa gente’, ou melhor, da gente ligada a ele e sua esposa, nomeia familiares para ocupar os principais cargos da administração pública. Tal fato se caracteriza como Nepotismo e representa uma atitude imoral e que muito se aproxima dos escândalos que acompanhamos diariamente nos meios de comunicação a respeito da política nacional.

Por essa razão, o SIMSEP vem a público, neste dia 7 de setembro, data em que se comemora a suposta “Independência” do Brasil, para denunciar que, nesse município, a população é esquecida em detrimento de um pequeno grupo ligado ao prefeito.

Denunciamos ainda os desmandos dessa administração em relação aos servidores públicos municipais, quando:

Transformar a mesa de negociação em mesa de “enrolação;Não concede um reajuste salarial para servidores que estão há quase 10 anos sem reajuste salarial;Não acata proposta do SIMSEP de incorporação de gratificação;Descumpre os PCCS dos professores, quando não implanta a progressão e não concede reajuste na ajuda de custo;Não discute proposta de PCCS para os demais seguimentos dos servidores;Descumpre a Lei Orgânica do Municipal no que diz respeito ao pagamento dos servidores.

Diante disso, compreendemos que a única saída é a mobilização, fortalecimento da nossa organização, para que possamos garantir o respeito aos nossos direitos e para que possamos exigir mudança desse projeto político em curso, no qual uma minoria beneficiada à custa da opressão da maioria da população. Por isso lutamos:

Pela manutenção dos nossos direitos: Pelo cumprimento da pauta de reivindicação dos servidores municipais;Por respeito e dignidade para a população trabalhadora de Tabuleiro!Pela construção da Marcha Nacional de 18 de setembro, rumo à Greve Geral!


SIMSEP

TVJ1