FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Confirmado: Coelce corta energia da prefeitura de Limoeiro do Norte


 

Todo e qualquer cidadão brasileiro, hoje passa por dificuldades diante financeira devido a crise internacional que virou nacional e que afeta do mais simples e humilde trabalhador brasileiro, ao mais abastardo empresário nacional. No setor privado seja de serviço, Comércio ou industrial, Também vem sofrendo com a crise internacional. 

Os lamentos ouvidos nas rodas de papo nas cidades dos Estados e das capitais brasileiras é uma rotina diária, mas também se escuta a preocupação de cada gestor da iniciativa privada de reorganizar as suas finanças para cumprir suas obrigações dentro de sua área de vivência seja residencial, familiar ou empresarial.

No Brasil, parece que o setor público não se preocupa com isso, nos últimos meses temos visto a grande mídia cearense, anunciar o corte de fornecimento de energia de varias prefeituras cearenses. Em Limoeiro por dois momentos a noticia de corte da energia no prédio da prefeitura municipal, ganhou as redes sociais. Essa noticia voltou a redes sociais na terça-feira 24 de novembro, tonto no Facebook, quanto no Whatshap, relatando que a Coelce havia cortado a energia do prédio sede da prefeitura de Limoeiro do Norte.
Com a missão de bem informar aos nossos leitores, a produção da TV Jaguar foi atrás da veracidade do fato e confirmou: 

A Coelce realmente cortou o fornecimento de energia do prédio da prefeitura municipal de Limoeiro do Norte. 

Conforme nos foi informado, na manhã dessa terça feira 24, a contabilidade trabalhava uma forma de pagar a divida contraída com a Coelce na busca de restabelecer a normalidade da energia fornecida pela concessionaria.

Na administração de Limoeiro do Norte, são muitos os que se lamentam, desde prestadores de serviços, que alegam estar de 4, 5, e ate 6 meses sem receber, fornecedores e prestadores de serviço que relatam nos quatro cantos da cidade que não quer mais vender para administração Paulo Duarte, porque tem tido prejuízo por não receber pelos serviços realizados.

Recentemente, os professores concursados do município, ganharam as Ruas da cidade, protestando pelo atraso do salário, quando o dinheiro é assegurado pelo FUNDEB. Essa situação levou o Ministério Publico através do Promotoria, a entra com ação civil pública contra o prefeito Municipal.
Porque dessa perversa realidade com a gestão publica limoeirense!!! Será incompetência dos que Paulo Duarte escolheu para lhe assessorar, ou falta ele sentar na cadeira para administra? Esse questionamento está no ar desde os primeiros meses de sua gestão.
Uma coisa é certa. O cidadão limoeirense é quem esta pagando pela desorganização administrativa e financeira da gestão.

Da Redação