FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Crime nas redes sociais: garotas fazem vídeo ameaçando outra jovem e vão parar na Polícia


O vídeo rapidamente se espalhou pelas redes sociais e a Polícia agiu de imediato

Pintadas como palhaços, uma faca nas mãos e fazendo ameaças de morte.  Foi assim que três garotas da cidade do Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), com idades entre 17 e 20 anos, postaram um vídeo nas redes sociais. Na gravação elas transmitem juras de violência contra outra. Se deram  mal, e agora vão responder pelos atos na Justiça.

A suposta “brincadeira”, porém, foi mais além, quando uma delas postou em seu Face um insulto contra policiais. Com a seguinte frase: “Polícia tem que morrer e ser enterrado  de pé, para não ocupar espaço”.

O vídeo rapidamente se espalhou no aplicativo WhatsApp e noutras mídias, chegando às emissoras de TV. A Polícia se adiantou e logo recebeu informações de quem seriam as protagonistas das cenas  de intimidação.

Nesta quinta-feira, duas das adolescentes foram conduzidas pela Polícia Militar à Delegacia Metropolitana do Eusébio (DME), onde a titular daquela unidade, delegada Ana Lúcia Almeida, coordenadora da Área Integrada de Segurança Nove (AIS-9), instaurou dois procedimentos e deu início às investigações.

Investigação

Contra as duas adolescentes, foram lavrados Boletins Circunstanciados de Ocorrência (B.O.C.s) e em relação à garota de 20 anos, um Termo Circunstanciado de Ocorrência (T.C.O.). As três podem responder na Justiça pelos delitos de apologia ao crime e ameaça.

Segundo a delegada, as três garotas residem no distrito de Jabuti e  teriam ameaçado outra jovem moradora do bairro Autódromo. Elas estariam, assim, reproduzindo os atos de violência protagonizados por quadrilhas rivais (formada por bandidos) das duas comunidades e acirrando ainda mais o clima de animosidade entre as gangues

Blog Fernando Ribeiro