FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Posto de Combustível em Tabuleiro do Norte deixa de vender até distribuidora baixar preços


Proprietários de postos de combustíveis em várias cidades do país reclamam do alto preço cobrado pelas distribuidoras, que estariam aproveitando o momento de crise no país para cobrar valores exorbitantes na venda. Por conta disso, o valor final é repassado ao proprietário de veículo, que chega a pagar acima de R$ 3,98 o litro da gasolina.

Em Tabuleiro do Norte, no Vale do Jaguaribe, uma dos mais tradicionais postos de combustíveis da região reclama da margem de lucro pequena, o que obriga a demissão de funcionários e redução de outros custos. Autorizado a funcionar na bandeira SP Combustíveis, o posto Salinas II é obrigado a reduzir os lucros para equiparar os valores com outros estabelecimentos.

O gerente do estabelecimento, Carlos Vieira, informa que a SP Combustíveis estaria repassando valores diferenciados de outras distribuidoras que atendem a região, e por conta disso, não haverá reposição do combustível até que haja uma melhor negociação na compra. Uma faixa estendida no local avisa aos motoristas que o posto está em greve, na tentativa de baixar os preços com a distribuidora.

Nenhum representante da SP Distribuidora foi encontrado para comentar o assunto.

jornalismo@cearanews7.com.br