FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

PREFEITO DE PEREIRO-CE TENTA MANOBRA POLÍTICA PARA JOGAR O POVO DE PEREIRO CONTRA OS VEREADORES DE OPOSIÇÃO E APROVAR CONCURSO PÚBLICO QUE ELE MESMO SUSPENDEU



         


  O prefeito de Pereiro, João Francismar Dias, enviou na última sexta-feira projeto que visa a realização de concurso público para preenchimento de 120 vagas efetivas para compor o quadro de funcionários do município serrano.



            O projeto foi enviado em um momento no qual a imagem dos vereadores de oposição parece estar desgastada em virtude da propositura de uma emenda ao projeto de lei que visava destinar recursos oriundos do antigo FUNDEF para os professores do município, explica a Vereadora Franci que o projeto do FUNDEF foi melhorado e aprovado pela Câmara.



            Nesse cenário político, o prefeito, orientado por seus aliados, e conforme diz o vereador Edvan, querendo fazer campanha antecipada, tratou de preparar na velocidade da luz um projeto de concurso para se aproveitar da situação e forçar os vereadores de oposição a apoiarem a idéia do concurso que já havia sido rejeitada uma vez no ano passado.



          O vereador José Francinaldo Filho que informou que analisando o projeto de lei enviado pelo prefeito percebeu inúmeras falhas no projeto original, pois sequer veio acompanhado de um estudo prévio sobre a necessidade de preenchimento dos referidos cargos, bem como não trouxe um cronograma do impacto financeiro e orçamentário que os novos cargos trariam para os cofres públicos.



            O edil acrescentou ainda que o prefeito tem em mãos um concurso aprovado ainda no ano de 2012, o qual previa o preenchimento de mais de 200 vagas, no qual já havia inclusive sido escolhida uma empresa por meio de procedimento licitatório regular, mas como primeiro ato ao assumir o mandato o prefeito, por meio de decreto, suspendeu os atos do concurso que até hoje não teve desfeito.

  

          O vereador por fim falou que causa espécie e estranheza ao povo pereirensse que no projeto enviado pelo prefeito ao legislativo não contém nenhuma vaga para engenheiro, procurador, fisioterapeuta dentre outros cargos. A estranheza em si reside no fato dos cargos para os quais o projeto não prevê vaga coincidentemente serem ocupados por parentes por afinidade do prefeito.



            Além do mais, destacou que o fato de se escolher uma empresa diferente para realizar o concurso pode, eventualmente, passar para o povo pereirense, uma sensação de insegurança quanto a lisura do certame, pois se já havia uma empresa anteriormente habilitada e que preencheu todos os requisitos legais, mudar a empresa simplesmente porque a anterior foi escolhida na gestão de um outro prefeito, indica uma possível beneficiação dos aliados políticos do prefeito.



            Na visão da Presidenta da Câmara, Francisca Daniele de Morais, existe uma grande contradição, o que leva a crer que a verdadeira intenção do Prefeito é fazer campanha antecipada, pois ao mesmo tempo que o prefeito pretende aumentar ainda mais o gasto com a máquina pública contratando 120 funcionários, vai a rádio local e avisa cortes, demite pessoas, sob a alegação de que o município encontra-se sem dinheiro.

  

          Parece que o prefeito de Pereiro está em uma crise de indecisão, pois hora alega falta de dinheiro, outra hora envia projeto às pressas para a câmara visando elevar em mais de 100.000 reais os gastos mensais com pagamento da folha.



            Nesse momento de crise, é preciso coerência na política e sensatez nas decisões, pois o tiro pode sair pela culatra e como sempre os maiores prejudicados serão os cidadãos pereirenses, conclui a vereadora Joana Darc.


Fonte:

Câmara Municipal de Pereiro.