FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Em Santo Amaro do Maranhão, crianças ainda estudam em escola de taipa e fazem necessidades no mato

Cerca de 55 crianças estudam em salas ruins e usam banheiros improvisados

Na cidade de Santo Amaro do Maranhão, a 285 km de São Luís, cerca de 55 crianças com idade entre 2 e 11 anos estudam em condições completamente precárias. Escola Municipal João Caitano, localizada na zona rural do município. Com uma estrutura totalmente deficiente, a unidade é conhecida como ‘Escolinha de Taipa’.

A unidade de ensino existe há 9 anos e foi construída pelos próprios moradores da comunidade santamarense. As paredes são feitas de madeira e barro e a cobertura é de palha. O local possui apenas uma sala e uma simples cozinha e os banheiros foram improvisados com pedaços de madeira nos arredores da unidade escolar, pois antes os alunos faziam as necessidades no mato. A merenda servida no local é insuficiente e a qualidade ruim.

Sem transporte público, o acesso a essa unidade escolar é muito ruim e dificultando o deslocamento das crianças. A prefeitura informou que já foi cadastrado no Ministério da Educação o projeto para ser feita uma nova escola de alvenaria na comunidade, mas o recurso ainda não foi liberado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Maranhão de Verdade