FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

sábado, 26 de novembro de 2016

Jaguaretama corre risco de surto de dengue, chikungunya e zika






O Ceará tem 46 cidades em situação de alerta ou risco de surto de dengue, chikungunya e zika. Destes, 14 municípios estão em risco e 32 em alerta. Os dados são do Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) de 2016, realizado pelo Ministério da Saúde, em conjunto com os municípios. Outros 68 municípios cearenses estão em situação satisfatória, entre eles, a capital Fortaleza.

A cidade de Missão Velha, na Região do Cariri, registrou o maior Índice de Infestação Predial (IIP) entre as cidades brasileiras pesquisadas, com índice de 29,6. No Ceará, depois de Missão Velha, os municípios com índices de risco mais alto, em ordem de criticidade, foram: Mauriti, Capistrano, Canindé, Baturité, São Luís do Curu, Varjota, Farias Brito, Irauçuba, Aracoiaba, Jaguaretama, Ipaumirim, Coreaú e Marco.

O LIRAa considerou cidades com mais de 2 mil imóveis, e foi realizado, a partir da adesão voluntária de municípios, nos meses de outubro e novembro. O ministro Ricardo Barros, no entanto, vai propor que a participação, no levantamento, dos municípios com mais de 2000 imóveis seja obrigatória, a partir de 2017.