FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Mais de 1.500 famílias em Quixadá podem ter cadastros do Minha Casa Minha Vida invalidados pela nova gestão do município



Após lançar na incerteza centenas de concursados sobre o futuro do concurso municipal realizado pela gestão anterior, o governo do petista Ilário Marques a frente da prefeitura de Quixadá, no Sertão Central, agora pretende deixar inquietas as famílias cadastradas no programa federal Minha Casa Minha Vida.

Informações que chegaram ao Monólitos Post dão conta de que o novo prefeito pretende rever o cadastro atualmente existente e, se entender necessário, proceder pela sua invalidação. Mais de 1.500 famílias já cadastradas perderão a certeza de que conseguirão obter suas casas, caso a medida seja levada adiante pelo novo gestor do executivo.

Ao lado de Ilário, o Deputado Osmar Baquit chegou a dizer, durante a posse do prefeito, no domingo, dia 1º, que nenhum cadastro feito até agora em Quixadá do Programa Minha Casa Minha Vida estava valendo para a Caixa Econômica Federal.

Outras informações sugerem que em reuniões entre Ilário e Osmar o tema da redistribuição de cadastros do Minha Casa Minha Vida, em Quixadá, deveria ser tratado com urgência. Mas as famílias agora ficam na dúvida: continuarão cadastradas? O cadastro que já fizeram tem algum valor para o novo prefeito? Que medidas a prefeitura vai adotar em relação ao Minha Casa Minha Vida?

O temor de muitos é que haja filtragem de um novo cadastro para beneficiar principalmente apoiadores eleitorais do prefeito petista.

Monólitos Post