FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Menino de 5 anos vindo do Irã é detido em aeroporto após decreto de Trump




 Mãe abraça filho de cinco anos após ele ser liberado pelas autoridades no aeroporto de Washington







Um menino de cinco anos vindo do Irã ficou detido por horas no aeroporto internacional de Washington no último sábado (28), em meio às novas medidas anti-imigração impostas pelo decreto do presidente dos EUA, Donald Trump. 

A mãe do garoto, iraniana, aguardava com a família a chegada do filho ao aeroporto. Imagens da rede de TV ABC em Washington mostram o reencontro emocionado da mãe com o filho. Ela canta "Parabéns para você" e familiares seguram balões de festa. 

Segundo o senador democrata Chris Van Hollen, do Estado de Maryland, o menino é cidadão americano e residente em Maryland. Van Hollen afirmou que avisou as autoridades com antecedência sobre a chegada do menino, que veio do Irã com um parente. A mãe do garoto não deu declarações à imprensa. 

Questionado nesta segunda-feira (30) sobre a detenção do menino, o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, afirmou que "se eles [detidos] são alguém de cinco anos de idade, talvez eles estejam com seus pais e eles não representem uma ameaça. Mas presumir que apenas por causa da idade ou gênero alguém não represente uma ameaça seria um erro". 

Assinado na sexta-feira (27), o decreto de Trump proíbe por 90 dias a emissão de vistos para cidadãos de sete países: Irã, Sudão, Síria, Líbia, Somália, Iêmen e Iraque. A medida também barra a entrada de refugiados por 120 dias e suspende indefinidamente o acolhimento de refugiados da Síria. 

O decreto gerou caos entre agentes de fronteira, alfândega e imigração, em meio a manifestações em grandes aeroportos dos EUA no fim de semana.


FONTE: FOLHA DE S.PAULO