FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Trump limita financiamento a ONGs estrangeiras a favor do aborto



Donald Trump assinou ontem um decreto que impede o financiamento com recursos federais de ONGs estrangeiras que apoiam o aborto. Trump adotou medida no dia seguinte ao 44º aniversário da emblemática sentença da Suprema Corte sobre o caso “Roe V. Wade”, que legalizou o aborto em 1973 nos EUA, e dois dias depois de milhões de americanos terem se manifestado por seus direitos.


 “As mulheres mais vulneráveis do mundo vão sofrer com essa política, que mina anos de esforços a favor da saúde das mulheres”, reagiu Cecile Richards, presidente da Planned Parenthood, a maior rede de planejamento familiar dos EUA.

 “Isto vai provocar fechamentos de clínicas no mundo inteiro e um aumento das gestações indesejadas e de abortos perigosos”, advertiu. O decreto assinado por Trump “representa uma agressão à saúde das mulheres”, avaliou a União Americana pelas Liberdades Civis (ACLU). 

Conhecida também como “Mexico City Policy” por ter sido anunciada durante a presidência do republicano Ronald Reagan na conferência internacional das Nações Unidas sobre a população, a medida reimplantada por Trump prevê que os recursos de ajuda internacional não possam ser atribuídos a ONGs que praticam o aborto ou militam por sua legalização. (AFP)


FONTE: O POVO