FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Já viu a novidade nos supermercados? É o ovo líquido, com a clara separada da gema





O ovo é um dos ingredientes bastantes utilizados em indústrias e por donas de casa para produzir doces, salgados e outros tipos de alimentos. Apesar de sempre ser um alimento presente na geladeira, um outro produto vem ganhando espaço: o ovo pasteurizado. Há seis meses, o Ceará se tornou um dos estados do Brasil que fabricam e vendem o chamado “ovo líquido”.

Segundo o gerente comercial da Avine Ceará, empresa responsável pela fabricação do produto, apesar de o ovo passar por um processo industrial, ele não possui diferença para o consumidor, já que toda a clara do ovo é extraída, embalada e comercializada de forma segura. ”

Com a pasteurização do ovo, conseguimos separar a clara da gema e vendê-las separadamente, em embalagens Tetra Pak. São poucas indústrias que fazem isso, mas a qualidade do produto é garantida”, confirma Mário Carvalho.

O ovo líquido, segundo o representante comercial, atende a um público crescente de pessoas que frequentam academias e procuram ingerir mais proteínas, além do mercado de confeitarias.

“Grande parte do consumidor do produto são padarias, confeitarias, etc. No entanto, a partir do dia 10 de fevereiro serão vendidos embalagens com quantidades menores para o consumidor comum. Atualmente, estamos vendendo de 1 kg, mas essa quantidade tem que ser consumida em 24 horas, caso contrário, ela se estraga. Com a nova embalagem, de aproximadamente 140 g, conseguiremos atingir outro perfil de consumidor”, explica.

A embalagem que contém 1 kg do produto pode ser encontrada nas principais redes supermercadistas de Fortaleza por R$ 14,99. Já a nova embalagem de 140 g será comercializada por R$ 2,99.

Praticidade

Apesar de ser um alimento industrializado, a nutricionista Renata Luna garante que tem sido bastante indicado por nutricionistas. “A clara de ovo contém a proteína, albumina, e isso é muito bom para a saúde. O público final que usa para receitas caseiras. Pessoas que fazem bastante exercício também é indicado, já que é uma alternativa pra fugir do whey protein ou da suplementação em pó”, conta.

Além disso, Renata garante que a praticidade também tem sido um dos fatores que fazem os nutricionistas indicarem o alimento. “Nós costumamos indicar por conta da praticidade. Existem profissionais que busca pelo alimento natural, mas por causa da correria e da praticidade do produto muitos nutricionistas indicam sim o ovo pasteurizado”, concluiu.

Fonte: Tribuna do Ceará/ CEARÁ NOTICIAS