FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

quinta-feira, 2 de março de 2017

Conta de luz ficará mais cara durante todo mês de março; saiba o motivo



A conta de luz ficará mais cara no mês de março. O motivo do aumento no valor é a bandeira tarifária que, até o dia 31, será amarela. Desta forma, a conta de luz virá com uma cobrança adicional de R$ 2 a cada 100 quilowatts hora (kWh) consumidos. A última vez em que isso aconteceu foi no mês de novembro, pois, nos meses de dezembro a fevereiro vigorou a bandeira verde, onde não há cobrança de valores adicionais.

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o nível dos reservatórios das hidrelétricas ficou abaixo do esperado. Assim, para preservar os níveis de armazenamento e garantir o atendimento à carga do sistema, foi necessário uma maior geração termelétrica.


Previsões
No último dia 3 de fevereiro, o diretor geral do órgão, Romeu Rufino, durante entrevista em evento promovido pela Câmara do Comércio Brasil-Estados Unidos (Amcham), havia dito que a bandeira tarifária verde permaneceria até o mês de abril, o que não se cumpriu. Ainda durante o evento, o diretor se recusou a fazer previsões para o mês de maio, período da seca.

Novos valores
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, no último dia 14 de fevereiro, os novos valores das bandeiras tarifárias de energia elétrica. Na reunião, ficou decidido que a bandeira amarela vai passou de R$ 1,50 para R$ 2 a cada 100 quilowatts/hora (kWh) consumidos. A bandeira vermelha patamar 1 ficou inalterada, em R$ 3 para cada 100 kWh , e o valor da bandeira vermelha patamar 2 caiu de R$ 4,50 para R$ 3,50 a cada 100 kWh.

Entenda
O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira que é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) indica o custo da energia, em função das condições de geração de eletricidade. Quando chove menos, por exemplo, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia no país.


Fonte: Tv Jaguar / Com informações da Verdinha e Agência Brasil