FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

terça-feira, 21 de março de 2017

Sem dinheiro, TCM pega carona com Ministério Público para continuar fiscalizações




 

O Tribunal de Contas dos Municípios vai voltar a ficar na cola das cidades que decretaram situação de emergência ou calamidade pública
Nesta segunda-feira (20), o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) sugeriu uma parceria com o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), para que os servidores do órgão utilizem as mesmas rotas do MPCE na fiscalização da regularidade dos decretos municipais de emergência ou calamidade pública.
Apareceu uma luz no fim do túnel que já começa a preocupar os prefeitos que estavam curtindo uma folga das cobranças do Tribunal.

Segundo o presidente do TCM, Domingos Filho, 62 cidades ainda faltam ser fiscalizadas, além da possibilidade de retornar a algum dos 42 municípios vistoriados em 2016.

Entenda
O Governo do Ceará cortou em 20% o orçamento do TCM. Com menos dinheiro e os mesmos gastos, a Corte havia suspendido as fiscalizações externas, por não ter como pagar a conta que os serviços iriam gerar.

FONTE: CEARÁ NEWS7