FERRO E AÇO MACHADO EM ALTO SANTO-CE

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Crise econômica gera aumento de desemprego e Ceará chega a 561 mil desocupados




 

Percentual de desocupados no 1º trimestre de 2017 subiu 39,21% em relação ao mesmo período em 2016
 

 

O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) divulgou, na segunda-fera (29), que o número de pessoas desocupadas no Ceará cresceu 15,9% no 1º trimestre de 2017 em relação ao total registrado no último trimestre de 2016. O percentual sobe para 39,21% se comparado com o mesmo período do ano anterior.

Segundo a pesquisa, nos três primeiros meses de 2017, cerca de 561 mil pessoas estavam desocupadas no Ceará, a soma representa o maior valor registrado desde o 1º trimestre de 2012. Para o órgão, o crescimento é uma consequência da “persistente” crise econômica que assola o País.

São consideradas pessoas desocupadas aquelas com mais de 14 anos e que estejam desempregadas, procurando emprego ou próximas a serem contratadas.

FONTE: CEARA NEWS7